quarta-feira, janeiro 19, 2005

All I Really Want

Não só deu no Primeiro Jornal das 13, como no das 20H’s. A adesão à Lista de Discussão foi enorme, as reacções no Blog estão a ir de vento em popa… a mensagem está a ser passada.

Todo este movimento Doulas de Portugal tem-me absorvido quase todo o tempo que tenho livre, não tenho lido blogs de ninguém… sou uma ingrata. Mas, agora que o fogo de ontem já acalmou devo poder voltar à minha rotina diária.

Alem de continuar a custar-me a adormecer, tenho acordado muito cedo, fico na cama até o despertador tocar… às 11 da noite estou cheia de sono, arrasto-me do sofá para a cama, deito-me e lá fico ás voltas. Vou ter de ter uma conversa muito séria comigo para saber o que se passa…

O meu dia vermelho aproxima-se e lá vem a famosa TPM, basta alguma coisa não acontecer como eu esperava para ser completamente absorvida com uma vontade imensa de partir tudo. Recomenda-se respirar fundo, relaxar, contar até 10 … e desatar aos berros a tudo o que mexe.
Acho que me falta aquela peça que dá a capacidade de desligar do mundo por breves instantes, talvez assim fosse mais igual a toda a gente… o mundo pode acabar, mas que não lhes tirem as distracções, como diria a Alanis Morissette em “All I Really Want”:
(…)
Why are you so petrified of silence
Here can you handle this?
Did you think about your bills, you ex, your deadlines
Or when you think you're gonna die
Or did you long for the next distraction
(…)

1 comentário:

Mae_babada.blogspot.com disse...

cheira-me a ansiedade... e se acalmássemos?