terça-feira, agosto 31, 2004

Terça-feira

Cada vez há mais reclamações sobre o alojamento de blogs no Sapo, entendo-os perfeitamente, também me tiram do sério quando quero deixar um comentário e aquilo não deixa. Sempre usei a Blospot, ainda cheguei a fazer um registo na Simplesnet numa altura em que a Blogspot andava em mudanças.

Com ar de quem vem para arrasar é o blog da filha da Fernanda, a Catarina.

Como tem sido hábito às segundas escrevo demais e à terça não sai nada de jeito... o que não quer dizer que à segunda o que sai é de jeito.

segunda-feira, agosto 30, 2004

Mais um que passou...

Esta historia toda do “Codigo Da Vinci” começa a manipular todas as minhas conversas, até faço questão de ir à FNAC só para ver se saiu mais alguma coisa. Cheguei a telefonar ao meu pai para o convencer a comprar o “O Segredo dos Templários : O Destino de Cristo” de Lynn Picknett e Clive Prince, já que eu comprei o “Codigo Da Vinci” e o “Codigo Da Vinci - Descodificado” compete-lhe adquirir o que falta. Já foi ele que comprou “O Sangue de Cristo e o Santo Graal” que devorei no inicio deste ano, logo se a culpa é parcialmente dele, compete-lhe alimentar o que falta da minha fome. Respondeu-me que já tinha muita coisa sobre os templários, eu que lesse o "O Pêndulo de Foucault" de Umberto Eco que ele empresta e que não o voltasse a chatear com picuisses. Já não se fazem pais como antigamente.

O fim de semana foi cheio de coisas boas, sexta à noite fui beber um copo com os motoqueiros que lentamente albarroaram o grupo do costume, parece que se multiplicam… sábado de tarde fui sair com a minhas galinhas favoritas, portaram-se todas muito bem. Fica muito mais fácil falar com alguém mesmo no MSN se tivermos uma cara para lhes atribuir.
Sábado à noite foi a grande noite. Aniversário do Carlos, companheiro de uma grande amiga. Jantar surpresa para ele no Life, muito instrutivo e com conteúdo cultural… *cof*. A noite terminou de forma rápida com a queda de uma das convidadas. Lá fui eu, o meu marido e a Sandra para o hospital. Saímos de lá eram umas 6 da manha, como podem ver pela foto do meu marido encostado na Sandra a espera foi árdua…


Ontem acordei tarde, mas ainda deu para dar um saltinho ao Arrábida e ver “As Crónicas de Riddick” (“The Chronicles of Riddick”). Fui vê-lo um tanto às cegas e acabei surpreendida, os efeitos especiais estão muito bons, assim como a prestação de Vin Diesel no papel de Riddick, manteve o nível a que me tem habituado.

Estou de regresso a casa e não posso deixar de responder aqui ao comentário que minha grande amiga Carla_ me deixou no post anterior. Amor e uma Cabana não é bem o meu estilo de vida, também era incapaz de morar em Lisboa apesar de ter amigos e amigas nessa cidade (coisa que não tenho aqui), eu sou assim…
Ainda ontem comentava com o marido que muita coisa mudou na relação que os pais têm com os filhos, os pais já não são os heróis dos filhos, a minha mãe vai ser sempre a minha heroína, o conceito de mulher coragem… ela abriu mão de amigos, família e emprego para se dedicar à família, mudou-se para uma cidade onde não conhecia ninguém e ali construiu a vida que leva hoje. Construiu com as mãos dela, suor do rosto e custando-lhe a saúde. Se foi feliz, sim foi e é feliz… mas com alguma mágoa, podia ter sido diferente e mais fácil. Opção dela, respeito-a e admiro-a… eu não consigo, não é feitio meu abrir mão dos amigos/as que estiveram por mim sempre que deles precisei, da família que por mais tortas que fossem as minhas respostas me deram sempre tantas oportunidades quantas precisei, trocar tudo isto porque acreditei estava a fazer o melhor impedindo que o meu marido não ficasse longe do filho dele numa terra e para isso condenar-me a viver numa cidade que não respeita nada nem ninguém?
Sim, moram aqui pessoas… imensas, umas por não terem capacidade financeira de ir para outro lado e as restantes porque decidiram abraçar a ideologia vigente, eu estou aqui pelo primeiro motivo… como disse na sexta, pago um preço demasiado alto, fiz a opção de vida errada e agora assumo as consequências dos meus actos.
Acredito em mim e na minha capacidade de lutar pela minha felicidade, quando reunir as condições necessárias para um regresso ao Porto não tenho motivos nenhuns para não ir.

sexta-feira, agosto 27, 2004

Muro de Lamentações

Novo fórum dos #Anormais, um bando de gente porreira! – Muro de Lamentações

O dia amanheceu cinzento mas o sol já brilha, será premunição de fim-de-semana quente e solarengo? Apesar de por um lado me apetecer ir para a praia por outro tenho combinado um café para depois de almoço com um bando de catraias, todas mais novas que eu mas que já andava a adiar conhece-las faz tempo, isto pode dar conversa para a tarde toda…

Sinto falta das saídas para fotografar, a mudança para este fim do mundo afastou-me do grupo de fotógrafos amadores de que fazia parte. Encontros no Poeta todas as terças á noite e no fim-de-semana havia sempre saídas para fotografar… começo a pensar se não estarei a pagar um preço demasiado alto…

Logo vou estar com as minhas gentes na minha cidade linda, um bom fim de semana!!!

PS - A todos os que têm blos no sapo, desculpem... mas não consigo comentar nada, dá semrpe erro.

quinta-feira, agosto 26, 2004

Secretaria vs Informatica

Quando não se tem Internet nasce na minha cabeça 500 mil coisas que poderia fazer já que não tenho blogs para ler. Uma das ideias geniais: “Que tal fazer uma desfragmentação ao disco?” Bute nessa… reinicio e só dá erros, que não encontra não sei o que e que o programa não será iniciado, que ocorreu um erro a fazer mais qualquer coisa que este programa não funcionará correctamente. Nem imaginam a batalha para iniciar o Word, depois de dois reboots e mais não sei quantos erros lá abriu.
Eu sou s-e-c-r-e-t-á-r-i-a, não sou técnica informática, porque ainda me meto nestas coisas?

Já estabilizou, o médico diagnosticou utilizadora nervosinha. Desligar o computador 5 minutos e voltar a ligar, que é bom remédio para ambos… Funcionou.

Na segunda-feira vi o “Van Helsing”, está interessante e com uns efeitos especiais catitas. Ontem ainda comecei a ver o “Blueberry” mas não terminei, o sono falou mais alto. Vou tentar terminar hoje, tem um argumento bastante peculiar.

Como a net voltou tardíssimo não tive tempo de ver blog nenhum… amanha vai ser lindo.

Beijocas.

quarta-feira, agosto 25, 2004

Accidentally in love

Aceitei a sugestão da Fernanda e fui meter o nariz no Yogurte de Cebola quase tive um fanico de tanto me rir, recomendo!

A Rititi também continua potente, passem por lá.

Ontem escrevi demais, hoje de menos.

Beijocas

terça-feira, agosto 24, 2004

As Voltas Que A Vida Dá

Parabéns (atrasados) á Voltinhas pela notícia, deu positivo e a ecografia confirmou, já vou adicionar o link ali à minha Rubrica de Blogs Grávidos "Quando 1 são 2 ou 3"!!!




Quero-te Cada Vez Mais Gorda

"Faminto, 30 anos, precisa de ajuda para engordar a sua barriga. Espero encontrar uma gorducha bem parecida para eventual relação amorosa, para ficarmos enormes juntos”. O anúncio é um de muitos que começaram a aparecer há alguns anos na imprensa americana e europeia. Desafiando os ideais de beleza instituídos nas sociedades ocidentais, obesos por opção dão azo às suas insólitas fantasias, que incluem comer até rebentar... a cama." artigo completo por Rodrigo de Matos em Correio da Manha

Esta prática cada vez mais frequente no IRC começa pela simples pergunta “Alguma gordinha simpática para conversar?”.

Uma simpatia falsa cheia de motivos pouco decentes levam a que mulheres, com o amor próprio um pouco diminuído pelas dimensões que atingem mesmo sem querer, sejam enganadas pelas boas intenções dos “feeders”. Dão-lhes cabo da saúde e da vida, adoram que elas sejam dependentes deles mas não se preocupam se elas podem morrer ao dedicarem-se a esta pratica da “engorda” que tanto os excita.

Vi no Odisseia à cerca de 3 semanas um programa sobre isto e se não tivesse visto acho que não acreditava... onde vamos parar?

- Dimensions Online - for feeders, feedees and fanta-sizers
- Fat Admirers and Feeders
- PervScan.com - Fat Girls and Feeders

"Whenever my lover loses weight, I feel like a farmer whose crops are dwindling in the fields."-Anonymous FA

Argghhh....

Women on Waves

Women on Waves
To Portugal: the ship has left

Jornal de Notícias:
“Barco-clínica da associação holandesa "Woman on Waves" oferece pílula abortiva em águas internacionais. Atracagem está prevista para a próxima semana…” artigo completo

Publico on-line:
“A ideia de criar uma clínica de aborto flutuante foi inspirada na Greenpeace. Rebecca Gomperts, médica de clínica geral, especializada em interrupção voluntária da gravidez, criou a fundação Women on Waves (mulheres nas ondas, em tradução literal) quando viajou, num barco daquela organização ambientalista até ao México. …” artigo completo

Não me apetece comentar isto, assunto demasiado controverso, cada um que pense o que quiser.

O marido saiu do dentista pior do que quando entrou, continua sobre o efeito de analgésicos. Vai continuar a tomar até 6ª feira o antibiótico e os analgésicos, resta esperar. Um muito obrigado pelos votos de melhoras.
Alguém tem um remédio para tratar da pieguice masculina?

Continuação de um bom dia de trabalho!

segunda-feira, agosto 23, 2004

Alforrecas

O fim-de-semana começou mal, o marido anda com dores de dentes. Pelo menos á primeira vista parecem dores de dentes. No dentista e após algumas radiografias não se detectou nada, receitaram-lhe um antibiótico e um analgésico e passou a noite à rasca.
No sábado não melhorou, passou a manha a beber água na tentativa de baixar temperatura daquele lado da boca, sempre que a temperatura aumentava as dores voltavam. Não deu para aguentar mais tempo e levei-o às Urgências, primeiro não e deixaram entrar com ele… fiquei com vontade de matar alguém. Dão-lhe uma carta para ir a outro hospital porque naquele não tinha “estomatologista”(?), um hospital distrital sem um médico que tirasse uma radiografia para ver o que dói na cara de alguém?
Lá fomos para o outro hospital, depois de 2 horas à espera que o especialista viesse, olha para ele e receita-lhe outro analgésico para intercalar com o que já estava a tomar. Palmadinha nas costas e recomenda que quando deixar de doer volte ao dentista…
Apeteceu-me ir lá dentro e perguntar se o 20 de média que tirou para poder ser médica lhe tinha afectado alguma parte do cérebro, ou se era naturalmente assim parva! Se o dentista não conseguiu saber o que ele tinha… que vai ele lá fazer depois? Uma pessoa cheia de dores e eles divertem-se com observações e analgésicos. Analgésicos para uma pessoa que nem comer consegue, pensei que a função do médico fosse realmente curar-nos, arranjar mais doenças, não obrigada!
Viver numa cidade onde ser médico é ser olhado como entidade superior para depois terem comportamentos destes… É por estas e por outras que sou contra a trampa das médias altas para certos cursos, se ter 20 de média significasse não errar, ainda vá… mas se erram e erram cada vez mais, deixem lá que um 15 não faz diferença quando não estão sequer dispostos a ouvir o doente que lhes aparece à frente.

Depois de muita insistência minha lá foi comendo iogurte, adormeceu acho que de puro cansaço.

Domingo fui para a praia, contar alforrecas. Nunca tinha visto tantas em tão pouco espaço, comecei por achar estranho virem tantas na rede de um barco de pesca que chegou á praia: Depois de almoço fui esticar as pernas num longo passeio de pés na água e eram aos montes ao longo da praia, estranhei a água estar quente… tomei banho numa água estranhamente quente, sem ver mais nenhuma.

O marido parece estar melhor, daqui a pouco vou voltar com ele ao dentista… gostava de ver isto resolvido, está a dar-me cabo do sistema nervoso.

Boa semana :)

sexta-feira, agosto 20, 2004

Bisbilhotices

Ok, copiei e não me envergonho, aqui vai um dos motivos que me fizeram dar gargalhadas logo assim de manha:

“... casa em silêncio. Os humanos vagueiam já no doce limbo onde que se perde a compostura e se encontra o sono. Ouve-se o barulhinho de patas no caixote de areia que está na marquise da cozinha.
-Quem é que foi cagar a esta hora, pá?
-Sei lá...
-Quer dizer, não é "quem", é "qual"...
-"Qual" porquê? Para mim é "quem"!...
-"Qual" dos "quens"...
-Ó 'mor, não são cães, são gatos.”


O original igual a este pode ser consultado aqui no Blog The Amazing Trout Blog.

O outro motivo é o Blog da Fernanda, passo lá todos os dias, com ela choro e ultimamente riu com a força toda. Hoje ela conta como descobriu um gato estúpido, na 3ª a risota foi por causa da utilidade que ela deu ao tempo livre que teve.

Agora que me enchi de bisbilhotar os blogs alheios vou almoçar que estou com uma fome que não me aguento.

quinta-feira, agosto 19, 2004

MSN Web Messenger Beta

Depois de cuscuvilhar o blog kaylee nao resisti e fui experimentar... o novo MSN Web Messenger.

Não dá para usar o Plus, resumindo não faço a minima ideia quem é quem na minha lista de contactos. As conversas são janelas tipo pop-up que demoram um pouco a abrir, fica super estranho.

Experimentem e digam de vossa justiça...

Jogos Paraolimpicos

Muito bem lembrado pelo Pedro do myalllife, os Jogos Paraolimpicos que decorrem igualmente em Atenas e de onde nos costumamos sair muito bem medalhados.

Apoios não há durante os 4 anos de tempo entre Jogos… mas a comitiva aparece sempre toda no aeroporto para receber os heróis. Mal entram no autocarro desaparecem todas as mordomias e atenções, representam Portugal durante umas semanas e esse é o único tempo de glória a quem têm direito.


quarta-feira, agosto 18, 2004

4.000

Mais um agradecimento… Sem vocês nada disto seria possível, uma linda prenda de bom dia:

Este fim-de-semana debati-me por uma causa e essa causa deixou-me mal. Como é possível que os Jogos Olímpicos que reúnem o mundo inteiro em competições saudáveis têm no seu rol o boxe? Podemos comemorar a vitória de alguém que não fez mais do que causar dano físico num semelhante? Não entendo…

Outro ponto de vista muito válido, encontrei-o no in-quietude, Portugal durante 4 anos não dá nenhum tipo de apoio aos desportistas portugueses (excepto aos deuses-adorados-jogadores-de-futebol) e dão-se ao direito de exigir medalhas e bons resultados quando, apesar de sem condições, conseguem participar nos Jogos Olímpicos.

Isto deve ser do tempo, só pode!

terça-feira, agosto 17, 2004

Zé Maria

Já algum tempo resolvi subscrever a newsletter do Correio da Manha, antes entregavam as notícias fresquinhas por volta das 6 da manha. Chegava às 9 ao trabalho e tinha ali à espera tudo o que precisava saber para não ficar fora das habituais conversas de corredor. Depois de ter passado meses a receber as notícias com mais de 24 horas de atraso, hoje chegaram antes de mim e com uma notícia estranhíssima, pelo que soube o barranquenho mais famoso de Portugal tentou saltar da ponte 25 de Abril no passado sábado. Foi ontem à casa onde morava acompanhado pela família para ir buscar alguns pertences.

Onde anda a humildade que cativou o país e fez dele vencedor do primeiro Big Brother? Já não quer nada com galinhas e couves? Barrancos ficou pequena demais para ele?

segunda-feira, agosto 16, 2004

Praia da Memória

Ontem comemorei 3 meses de casamento, na próxima sexta-feira serão 3 anos e 4 meses que nos conhecemos e nunca mais nos largamos.

Ando possuída pelo livro “Código Da Vinci” de Dan Brown, parece doença, anda sempre comigo independentemente se vou para um compartimento diferente da casa ou levar uma prendinha aos grávidos com quem tenho passado mais tempo (um esterilizador de biberões para o microondas). Enquanto a comida não vem eu leio, enquanto os outros não acabam de comer eu continuo a ler, se o MSN pisca irrito-me porque me distrai da leitura… agora estou no trabalho, com o livro guardado por baixo da carteira mas que me olha insistentemente. Agora só na hora de almoço…

Sábado fui a uma praia onde nunca tinha ido e sempre soube que existia, a praia da Memória (Matosinhos), na frente um enorme obelisco, suponho que erigido em hora dos soldados que foram para o Ultramar. Está lá também o restaurante onde foi o jantar da minha despedida de solteira e nas traseiras a praia, de areia agradável ao toque, limpa, de agua tão transparente que até estranhei… o meu 2º banho de mar do ano. Foi muito bom, ainda recordo as algas que me tocavam, o cuidado ao pousar os pés gelados no chão para não me magoar em nenhuma rocha… porque não fica assim o tempo o ano inteiro?

A minha mãe resolveu fugir das festas da santa terrinha e vir passear até à invicta, esteve com as 3 pintainhas dela, vê-las todas à sua volta é a felicidade completa. Custou-me deixa-la ontem…

Hoje a chuva voltou e com ela a melancolia do costume.

sexta-feira, agosto 13, 2004

Bom fim de semana

Muito útil este Cine Blog, recomenda-se.

Hoje vou finalmente para o Porto, um fim-de-semana à muito esperado, civilização aqui vou eu.
Já combinei uns copos logo à noite com o pessoal para matar saudades e amanha à tarde com os mais novos e envergonhados um café (que nem tomo, mas socializo).

No Desblogueador de Conversa estava este link excelente, novos Jogos Olímpicos virtuais, fiquei-me pelo bronze nos 400 metros, e tu?

Hahaha, acabei de ver este link do Devil Inside no IRC, não abrir com crianças por perto… meio violenta a coisa.

Perseidas

Ainda espreitei pela janela, na tentativa de ver as tão faladas perceidas, mas nada, a luz da cidade impede-me de ver as estrelas. Terei de me ficar pelos relatos da TV, na net e dos amigos, que até têm telescópios e passaram a madrugada de olhos postos no céu e de ouvidos nas colunas do PC. Sim, também se pode ouvir as perceidas.

“As Perseidas têm origem em depósitos de detritos deixados pelo cometa 109P/Swift-Tuttle, que a 11 ou 12 de Agosto interceptam a Terra em sua órbita ao redor do Sol. São meteoros rápidos, com velocidades estimadas de 59 Km/s, e que, a nível visual, provocam sempre alguma espectacularidade. As perseidas começam a manifestar-se a 17 de Julho, sendo visíveis até sensivelmente 24 de Agosto

E sem possibilidade de fazeres observação rádio, podes sempre ouvir as Perseidas, através dos radares seguintes:

- Naval Space Surveillance Radar (Kickapoo, Texas, USA)

- 67 Mhz Meteor Radar (Roswell, New Mexico, USA)

- INSPIRE (Nasa/Marshall - Huntsville, Alabama, USA)"

Retirado de Astroescuta


quinta-feira, agosto 12, 2004

Desafio da Igualdade o Tanas!

“Quero isso tudo comido e esses ossos limpinhos!”, ontem foi noite de costeletinhas assadas, sabe sempre bem comer assim e poder sujar as mãos sem problema. “Porque estás a enrolar o osso no guardanapo?”, resposta: “Tu disseste limpinhos…”.

Fim de semana em aberto, tristeza… com esta idade ainda não consigo saber com 3 dias de antecedência o que vou fazer. Dá-me sempre alguma insegurança não ter as coisas planeadas, como se fosse desorganizada ou desarrumada. Culpa minha e acho que nem sempre me esforço o suficiente para manter umas rédeas conscientes na minha vida.

Passei por Uma Ilha Secreta depois pelo Outro Lado da Lua, sorri de orelha a orelha com a fotografia da Francisca e deixei um miminho na Sara.

Neste post do Descrédito vem comentado um artigo que saiu no Público de nome “O Desafio da Igualdade” sobre a "Carta aos Bispos da Igreja Católica sobre a colaboração do homem e da mulher na Igreja e no Mundo" escrito pelo Sr. Nuno Morais Sarmento. Recomendava que lessem com atenção o artigo e vissem se não é impossível ter-se a mesma opinião que teve o Sr. Pedro Sá do Descrédito teve, é revoltante…

De volta ao trabalho...

quarta-feira, agosto 11, 2004

Quiz Time

Depois de me passear pelas minhas comunidades no orkut, foi a passagem pelos blogs do costume. Hoje sem novidades… quem manda o pessoal meter férias da blogosfera?

A chuva está a ajudar a não pensar tanto em férias

Mais um quiz gamado do in-quietude:

Angel_Youth


Achei que num estava certo, mas também as perguntas eram muito estranhas e a minha possível resposta nem existia. Para quem gostar e quiser mais Quiz’s.

terça-feira, agosto 10, 2004

Portugal, a quanto obrigas...

Desta vez as boas vindas são para a Jeane, que recuperou das complicações de saúde que estava a ter e já está de novo em casa.

Na viajem diária de blog em blog, só comentei o da Vitriolica, o assunto era basicamente este: de dia 2 a dia 8 de Agosto morreram nas nossas estradas 31 pessoas (SIC Noticias, hoje as 8 da manha).

A quantidade de jovens que perdem a vida nas estradas portuguesas tem aumentado a uma velocidade incontrolável, não se pode fazer nada? Não se pode dar uma tareia aos pais que lhes colocam nas mãos a carta de condução e um carro para eles se matarem ou matarem alguém? A falta de motivação e de gosto pela vida é nenhum que tirar a vida a outra pessoa é coisa pouca?

2 casos… 1º - Um condutor em excesso de velocidade na A1 ultrapassa pela direita continuamente, a seguir a uma curva vai na sua calma uma monovolume com uma família (pai, mãe e filha de 7 anos), quando o condutor tem noção que não tem tempo para travar tenta a faixa da esquerda, que estava ocupada por um outro condutor, tenta a faixa de emergência e bate de na esquina da monovolume. Como num filme, tudo pára e a monovolume levanta voou, capota umas 3 ou 4 vezes. Que mal fez esta família?

2º - 21 anos, carta à 4 meses, apanhado pela PSP com 1,6 de álcool, segundo a lei portuguesa é crime. Vai à esquadra, é identificado e posto novamente na rua. No dia seguinte apresenta-se em tribunal, onde um juiz (burro que nem uma porta) o deixa sair com uma multa de 135€ e inibição de condução por 3 meses. Tanto pai de família a precisar do carro para levar filhos à escola e para ir trabalhar ficam sem carta numa primeira infracção.

Socorro…

segunda-feira, agosto 09, 2004

Francisca! Francisca!

Em primeiro lugar com direito a destaque:

Francisca, sê bem vida a este mundo!!!!

A MPiska está de parabéns, depois de tanta ansiedade e espera a Francisca nasceu.

Este fim-de-semana não fui à praia, mas mesmo assim fica o desenho que tão bem ilustra as nossas praias, no blog da Vitriolica:


O Diário Semanal de um ucraniano conhecido está de cara lavada, passem por lá e opinem… ele gosta.

Sobre o fim-de-semana em vez de praia foi piscina, a santa terrinha fica a 120 Km do mar, a margem do Douro não é das mais meigas para os pés (suponho que praia fluvial seja assim no país inteiro), então optou-se por ir a Vila Real a casa do tio e conquistar a piscina dele.

Continuação de bom dia de trabalho!

sexta-feira, agosto 06, 2004

Bom fim-de-semana

Lá voltamos novamente a uma sexta-feira, esta semana desmotivou-me seriamente. Vou hoje para a santa terrinha onde espero ter uma mãe muito paciente à espera, a coisa anda difícil. Mas para que servem as mães afinal? Se antes tínhamos uma dependência física e emocional, agora resta-me a emocional… não sei o que é pior. São horas ao telefone a aturar as minhas pieguices, perto sempre me fica mais barato…

Voltei a frequentar o Orkut diariamente, apaguei as comunidades que me andavam a encher de mensagens e adicionei-me a outras mais interessantes, encontrei umas de grávidas/futuras grávidas/e afins e convidei a Isabel a juntar-se, acho que ainda não viu os convites…
O Orkut é utilizável durante a manha e até metade da tarde, depois que o Continente Americano acorda fica impossível.

Estou mesmo sequinha de argumentos, se umas vezes falei demais hoje a coisa está ruim… num sai nada.

Bom fim-de-semana, divirtam-se!

quinta-feira, agosto 05, 2004

E tu, de onde és?

Ideia gamada do in-quietude neste site:

Swiss


quarta-feira, agosto 04, 2004

Chuva no Coração

Ontem nem as grossas pingas de chuva que resolveram cair à hora de almoço me animaram, ando choca, sem ânimo para coisa nenhuma.

Toda a gente foi de férias ou está para ir de férias… eu não. Mudei de emprego e este ano não há nada para ninguém. As pequenas idas à praia não têm preenchido o vazio que fica da falta dos 15 dias de sorna sem fazer nenhum, só acordar tarde e ficar de papo para o ar numa esplanada, piscina ou praia.

Estou tão paranóica que no domingo acordei eram 9:42 e acordei o marido que estávamos atrasados para ir trabalhar… até hoje levei tanga à custa disso. É domingo, não se trabalha…

Estou mesmo a precisar de uma folga, neste fim de semana em casa dos meus pais a ver se deixo a cabeça de molho algures bem longe de mim.

terça-feira, agosto 03, 2004

Confusão

Porque motivo as coisas mais simples às vezes se transformam em tão difíceis?

Amanha é outro dia.

segunda-feira, agosto 02, 2004

Fica Sempre Bem

Não deu para ficar em branco depois de tão boa iniciativa, convido à passagem pelo blog Reunião de Pais onde se aguardam participações activas sobre a educação que este país dá aos nossos filhos, devidamente gamada do +coisa, -coisa.

Acho que está na hora de agradecer os bonitos comentários que tenho tido de algumas pessoas, como tal adicionei-os ali ao lado (cada vez mais igual aos meus favoritos do Internet Explorer), ao Pedro do myalllife, à Michele que está Grávida de uma Bebé Especial chamada Gabriela, à Mpiska que (ainda?) está Grávida da Francisca, à Sara e o seu pecaminoso Livro de Receitas, ao Vale do Amor da Marisa, aos sonhos da Simone que conheci no Orkut, à Ana Lúcia que nunca será Uma Rapariga Como as Outras, ao PiNaS pela amizade de tantos anos e pelo seu Diário Semanal, à Sofia ainda de férias, à Susana que já vai num Segundo Milagre, à Vitriolica pela sua maneira de ver Portugal e à Sandra que não tem blog mas gostava… sempre que pode, ou sempre que não tem nada para fazer, dá o ar da sua graça.

Não sei o que seria do Lyrae’s World sem vocês e o carinho que por cá deixam, um muito obrigado a todas/os.

"Love Actually"

No sábado ainda dei um saltinho de três horas à praia, como estava a eterna nortada a água nem parecia tão fria. Andei metida entre ondas uma boa meia hora, quando deixei de sentir os pés achei por bem regressar à toalha quente que me esperava… cheia de areia.

Depois foi o início de fim-de-semana @ the movies. Quem inventou o DivX devia ser beatificado, foram 3 comédias românticas, o “Dupplex” muito boa esta comédia dolorosamente engraçada, com o Ben Stiller e a Drew Barrymore. Outro foi o “13 Going On 30” uma adaptação do “Big” com o Tom Hanks para uma adolescente que quer ser grande, perde pela falta de originalidade do argumento, mas muito bem engendrado. Por fim “Love Actually” cheio de bons actores, um argumento de se tirar o chapéu, simplesmente lindo e com uma mensagem muito grande, recomendadíssimo!

A cria do marido já está na nossa casa para passar uma semana, contra a minha vontade durante o dia fica em casa da avó. Acho que num infantário com outras crianças para brincar estava muito melhor, mas a cria não é minha… se o pai assim quer, assim seja.

Até logo.