terça-feira, junho 17, 2008

Doulisses

No passado sábado tive o privilégio de poder passar umas 3 horas na companhia de mulheres fabulosas. Mulheres que se juntaram porque sentiam que alguma coisa não estava bem na forma como se nasce em Portugal, por isso decidem estar do lado de outras mulheres naquele momento mágico que é o nascimento de um filho.
Eu fiz a minha formação de Doula à 3 anos, mudou a minha vida de tal forma que nem a consigo imaginar sem toda essa informação, a força que nasceu em mim, o poder que tenho como mulher e que estava abafado revelou-se.

Aproveito para deixar um beijo enorme cheio de mimo, carinho e coisas doces à Barbara, a minha Doula. Esteve do meu lado no momento em que estive mais frágil, em que me sentia mais carente, esteve lá como irmã, amiga e mãe. Ter direito à presença de uma Doula durante o trabalho de parto fez toda a diferença para mim, fez-me sentir protegida e cuidada por alguém que me conhecia e em quem confio plenamente. Não quero de forma alguma minimizar a presença do pai no nascimento de um filho, mas sublinho que, pelo menos, durante o trabalho de parto é bem melhor ter do lado alguém com preparação e conhecimentos para dar uma “mãozinha” a lidar com alguns momentos menos confortáveis.
Eu guardava a presença do pai para o momento do nascimento, e não me enganei, foi a ele que o Pedro viu primeiro.

Doulas de Portugal – webpage ou blog
Lista de Discussão (ou Mailing List) – http://br.groups.yahoo.com/group/doulasdeportugal/

1 comentário:

Ana e Kiko disse...

Tens toda a razão no que disses-te.
Adorei conhecer-te.
Beijinhos