quinta-feira, dezembro 09, 2004

Memórias

Terminei o livro “Memórias do Homem de Vidro” devia ser perto de uma da manha, apaguei a luz e fiquei e bom tempo a pensar como é possível tanta dor, tanta culpa, tanto arrependimento e ao mesmo tento tanta alegria, felicidade e realização pessoal. Tudo junto, escrito por um homem com o coração nas mãos perante a maior transformação da vida dele.

Acho que é impossível uma pessoa ler um livro destes e ficar indiferente, acho que até eu mudei…
Obrigado por tudo Dr. Ricardo Herbert Jones!

2 comentários:

mãe-biscoito disse...

Já agora, vi que tens na tua lista "A Regra de Quatro". Já começaste a ler? O que achas?
Bjs

doula disse...

que bom que gostaste... é um livro transformador não é!? obrigada pela info sobre os enfermeiros no algarve. Eu e a Carla viemos ver mamãs a Lisboa. Mas obrigada na mesma claro. Tu e a tua eficiencia!!!! bjinho